quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Feliz Natal pra todos nós!

Dicas de Nelma Penteado



Encontrei no Blog da minha querida amiga, colaboradora, exemplo de atitude e musa, Nelma Penteado, algumas dicas de bem estar, para você se sentir ainda mais poderosa... Sei, que muitas de nós vamos olhar pra isso e pensar: "Eu já me cuido... sei de tudo isso", mas, segundo minha teoria de vida, sempre é bom ouvir mais, aprender mais, mesmo, se das mesmas coisas. Por que com um olhar atento, a nós sempre aprendemos coisas novas.


Eu sei, muito do que aprendi a ser, teve a participação dela. Fica registrado minha declaração de amor por esta pessoa incrível: Te amo, Nelma!!






"Queridas diamantes, sintam-se a vontade para comentar e fazer perguntas, se quiserem um post sobre algum tema em especial podem falar.


Segue abaixo algumas DICAS ESPECIAIS:
CABELO E PELE: Seu Cabelo está bem cuidado? E sua pele? Se não estão, é hora de procurar melhorar. Caso não saiba como fazer, peça ajuda a um bom profissional. De quebra, você vai se sentir ótima. Não espere uma ocasião especial. O especial da ocasião é você.

CUIDADOS: A melhor maquiagem é uma pele bem cuidada. Você pode valorizar o conjunto com uma maquiagem, porém não exagere, pois o homem gostará mais de ver e de sentir sua pele.
Não tenha sempre aquele cabelo armado, com grampos e fixadores, do tipo não me toque. Procure manter um cabelo bonito, sedoso e que convida ao toque.

CORPO: Faça sempre algum exercício, que pode ser uma simples caminhada. Isso fará bem ao seu corpo e á sua mente. Cuide da pele do seu corpo. Existem tratamento que deixam a pele super macia e lisinha. 

POSTURA: Evite ombros caídos e costas encurvadas. Caminhe com dignidade, não como alguém que mereceu um castigo. É muito bonito, sem exageros, manter uma boa postura.

ANDAR: Assuma um andar leve, com os pés direcionados para a frente, um paralelo ao outro. A forma como você anda mostra muito como é a maneira pela qual você vê e se impõe no seu meio ambiente.

OLHAR: Não dizem que os olhos são as janelas da alma? Mantenha um olhar confiante e direcionado para frente. Não ande de cabeça baixa como se estivesse se escondendo do mundo.

FISIONOMIA: Mantenha um semblante sempre alegre. Um rosto confiante, leve, sereno e simpático torna você muito mais atraente."


quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

A capa 5 está perfeita!

Mayra Holanda, nossa jornalista, assessora de imprensa e uma das idealizadoras da revista Beleza em Curvas é o lindo rosto que estampa a capa da quinta edição. Uma homenagem à mulheres reais que mesmo sem ser artistas ou ter um rosto conhecido fazem da sua história de vida um capítulo especial deste grande livro chamado Mundo, que se ama e ajuda aos outros reconhecerem sua próprias qualidades. Semana que vem nas Bancas de todo o país.

Beleza em Curvas na Mídia

Nossas lindas capas Beleza em Curvas, Fabiana Karla e Fluvia Lacerda trocaram figurinhas, fizeram compras e  muitas outras atividades juntas em Nova York. É o que conta a Patrícia Kogut no globo.com 



















Fabiana Karla e a modelo gordinha Fluvia Lacerda se encontraram pela primeira vez em Nova York, depois de muita troca de mensagem pelo Twitter. Atriz do "Zorra total", Fabiana conta que as duas sempre conversaram muito e que, por isso, estavam ansiosas para se verem.
- Foi um encontro de peso - brinca Fabiana.
Em NY, além das tradicionais compras, a dupla assistiu aos musicais “Chicago” e “Família Adams” e pôs o papo em dia em vários restaurantes da cidade. Fabiana contou ao blog que as duas têm muito em comum.
- Somos bem resolvidas com nossas curvas - diz ela, que, como Fluvia, já posou para revista "Beleza em curvas". - Ela mora nos EUA há mais de 15 anos, é casada com um australiano, mas conversamos sobre a ideia de termos algum projeto juntas aqui no Brasil.


Relembre nossas capas:


Fabiana Karla - Edição 3



Fluvia Lacerda - Edição 2


...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

"Orgulho Fat"


































A matéria Orgulho Fat foi reproduzida mais uma vez, agora em Bauru, em destaque nossa amada Alcione Ribeiro e na matéria uma citação sobre Beleza em Curvas, a primeira revista plus size do país.

Jornal da Segunda-Feira, 04 de outubro de 2010


...

Sobre curvas, celulites e outras coisas mais...

Encontrei este texto no Blog Gordinha Maravilhosas postado pela querida Aline Carvalho, que por sua vez retirou do site do escritor gaúcho Gabito Nunes www.carascomoeu.com.br
Adorei o texto e a graça com que foi escrito, fiquei fã desde criança do autor, que tem muitos outros bons momentos em seu site, vale a pena ler, aqui e.









Curvas para que te quero

Gabito Nunes

Aqui na terra do churrasco, existe um ditado pertencente ao povo gaúcho afirmando que as carnes mais gostosas são as localizadas mais perto do osso. Verdade. Mas se a metáfora for utilizada para valorizar um esforço. Ou para referir-se aos suculentos cortes de costela assada.
Porque se tratando de mulher, meu amigo, carne boa é aquela que fica longe - bem longe - do osso.

Foi-se o tempo das vacas magras, onde as modelos de beleza feminina serviam tanto para as passarelas quanto para serem expostas em feira de ciências. Quem gosta de osso, é cachorro vira-lata. Homem gosta de carne e curvas - não à toa somos fanáticos por churrasco e Fórmula 1. E que o crédito seja dado à Juliana Paes e a formosura amortecedora de sua curvatura. Antes dela, a bossa estética do mulherio era passar horas pedalando numa bicicleta sem roda, diante de um espelho, que dá a sensação de serem três quilos mais gordas - embora eu dissesse mais gostosas.

Duelando contra a gravidade e remando contra as corredeiras da produção de celulite, bundas e mais bundas foram embora suor abaixo. E nós, homens, aqui sentados na frente da tevê com um pacote de Doritos, achando tudo aquilo um desperdício. De tempo e, principalmente, de carnes. Mas aí, as mulheres vão mochochar "o homem que diz que gosta de celulite está mentindo". Ok, alguns homens ficam nauseados com celulite. O Clodovil não gostava quando era vivo. O Ney Matogrosso, o MC Lacraia e o Leão Lobo o-d-e-i-a-m! Dizem as más línguas que o Victor Fasano também não é chegado a furinhos atrás da coxa.
Certo, admitamos: um bumbum que lembra um queijo minas ou a bacia hidrográfica do Rio Grande do Sul não é um fetiche masculino e merece uma bambuterapia linfática. Porém, ao conhecer uma garota atraente, divertida, com papo gostoso e alguns parafusos a mais na cabeça, vou eu me preocupar com um pouco de lipodistrofia ginóide na bunda? Viu, até o nome científico do troço é mais feio! Eu estou com o Pedro Bial. Basta levar um tapinha do obstetra para começar a morrer e criar celulite. Faz parte da vida.

Mas, sinceramente, nós julgamos as mulheres celulitadas. Julgamos ela a garota certa, que não vai torcer o nariz para destroçar um xis picanha às quatro da manhã, depois da balada. Ela não é daquelas que janta meia alface, uma azeitona e uns aspargos e em seguida vai transar com você com cara de fome. Pois fatalmente, a diferença das magrelas e das gostosas começa em cima da cama. Mulher boa é aquela que não produz sensações visuais apenas, mas faz nosso corpo estremecer de prazer, mexendo deliciosamente como uma máquina de lavar velha. Isso que é coisa gostosa, já cantava o Roberto Carlos, sabendo que não precisava ser seca para ser formosa.
Então mulheres, dêem uma trégua de uma vez por todas para suas complicações circulatórias e para as guloseimas que entram via oral com destino à bunda, sem escalas. Beleza estética faz bem aos olhos sim, mas não põe cama, mesa e banho. E não há cara que negue o quanto é aconchegante ser bem recebido entre um par coxas roliças e bem servidas.

Chegou a Edição 4, já nas Bancas



A Edição 4 da Revista Beleza em Curvas já está nas Bancas de todo o País. Eba!!!!
Sorte de todas nós que poderemos ler esta publicação que é preparada com todo carinho.







































Beleza em Curvas é beleza, autoestima, comportamento, saúde e moda como você nunca viu.
A primeira revista plus size impressa no Brasil.


...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Beleza em Curvas no Blog Buscando o Foco

Amei o post da minha colega Talita Cruz falando da revista e de mim também.
Talita, vou reproduzir aqui, tá! Mas, não deixem de conhecer no Buscando o Foco esta e outras opiniões da Talita.

Depois de tanto trabalho e críticas de todo o tipo, que aliás, estão todas publicados aqui é bom ter alguém falando bem da gente. Valeu mesmo.





Segue o texto:

"Essa semana passando pela banca de jornal, vi uma capa de uma revista que eu nunca tinha visto antes, com o título de "Beleza em Curvas". Logo percebi que era uma publicação nova e achei a ideia ótima, pois senti que de todas as publicações femininas que tinham na banca, essa era uma revista que realmente estava falando com a mulher brasileira. Não que outras publicações do gênero não falem, mas tenho certeza que a grande maioria da mulheres já estão de saco cheio de ter que ver nas capas das revistas "emagreça 5 quilos em uma semana". Até aquelas que não querem emagrecer muitas vezes se sentem pressionadas, pois se todas as revistas falam que isso é o ideal, a ideia acaba "impregnando" na cabeça de algumas. Paralelo a isso, essa semana foi realizada na minha faculdade a "Semana do Jornalismo", e vários profissionais da área foram convidados a participar. Eu já havia visto a grade e com muita alegria (e até um pouco de orgulho) eu confirmei o que eu já tinha desconfiado: no dia dedicado aos ex- alunos, uma das participantes era a Marcela Elizabeth, criadora da revista Beleza em Curvas. Ela deu uma palestra muito agradável, contou que entrou na faculdade com 34 anos e sempre teve o sonho de trabalhar no mercado editorial de revistas. No começo teve uma experiência frustrada, mas com muita sensibilidade e coragem percebeu essa lacuna no que diz respeito a publicações "plus size" no Brasil e resolveu investir. A revista está apenas na 3ª edição, mas já vem alcançando um grande retorno e, por incrível que pareça, na grande maioria de publicações internacionais. Espero que a Marcela com toda a sua simpatia, paixão e força de vontade consiga iniciar com força total esse movimento "plus size" no Brasil. E comece a mudar a mentalidade das pessoas, fazendo com que as mulheres se aceitem e sejam felizes com o corpo que possuem."
    

Para saber mais sobre Talita e Blog Buscando o Foco clique aqui

Beijos menina e muito sucesso pela frente.

...

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Revista Imprensa - versão impressa

Olha a revista aí gente...



Capa - edição 260, setembro/2010




































...

Beleza em Curvas na revista Imprensa

Com muito orgulho,  na revista Imprensa



Revista Imprensa, Edição 260, setembro 2010

...

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Estadão de domingo publica matéria sobre o mundo plus size no Caderno Suplemento Feminino

O jornal O Estado de S.Paulo de domingo, 19 de setembro de 2010, trouxe uma ampla matéria sobre o que anda acontecendo no universo plus size no Brasil e no mundo. Sem se deter em nenhum tema em especial e dando um apanhado sobre muitas coisas a matéria cita as principais lojas, as modelos mais badaladas, as iniciativas existentes e as revistas especializadas neste assunto, entre elas Beleza em Curvas.

Segue a íntegra da reportagem postada no site do Estadão





Gordinhas unidas

Ganha força, entre as mulheres com manequins GG, um movimento de resgate da autoestima, com uma série de atuações no mercado da moda, que sempre as excluiu

18 de setembro de 2010 | 16h 00

Ciça Vallerio





Desfiles só com modelos gordinhas, confecções de números grandes renovadas, revistas especializadas, blogs e site de moda para quem veste GG, calendário só com fotos de mulheres com curvas avantajadas e até campanha para que lojas coloquem em suas araras peças modernas com números acima do 46. O mundo plus size vem ganhando força no Brasil, num movimento que bem poderia ser batizado de "orgulho fat".





"Depois do negro e do gay, agora é a vez do gordinho", diverte-se a professora de idiomas Sandra Ebener, autora do blog Mundo G Mais. "Após toda a discriminação no mercado da moda e beleza, estamos mostrando que podemos nos sentir bem e bonitas." Sandra - que tem 39 anos, é casada e mãe de dois pré-adolescentes - comemora essa onda, assim como muitas outras mulheres com manequins acima do 46, e que agora podem usufruir de uma moda que antes as renegava.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse público já representa metade da população adulta do País: 48% das mulheres e 50% dos homens estão com peso acima do padrão recomendado para uma vida saudável.
No entanto, todos os envolvidos diretamente na onda "orgulho fat" ressaltam com veemência que ninguém quer fazer apologia da obesidade. "A ideia é fazer com que essas pessoas passem a aceitar mais suas características e, ao mesmo tempo, adotem um estilo de vida saudável", avisa o jornalista Jeff Benício, que, por meio da sua editora Haz, especializada em títulos corporativos, criou com seu sócio o projeto Mulheres Reais: um mix de eventos e publicações para promover a inclusão da mulher GG no universo da moda.
O primeiro passo foi o lançamento, no ano passado, de um guia de moda com looks específicos para quem tem curvas avantajadas. Na sequência, veio um calendário-pôster com quatro modelos plus size vestidas como pin-ups. O de 2011 está em fase inicial de produção.
Ainda como parte do projeto, tem sido realizada uma série de desfiles para a divulgação de grifes especializadas em tamanhos maiores, batizados de Mulheres Reais Fashion Show. O último aconteceu no final de agosto, na Casa Portugal, e reuniu mais de 100 pessoas, entre clientes e empresários. Foi exibida a coleção de verão de quatro marcas que andam renovando a moda extra G: Palank, Miglon, Loony Jeans e Fique Linda Lingerie.
"Sem dúvidas, esse é um nicho de mercado ainda pouco explorado", afirma Jeff. "O projeto nasceu para chamar a atenção para essas consumidoras sempre ignoradas pela mídia e pela indústria da moda, que investe num padrão de magreza que não tem nada a ver com as curvas da brasileira."


Resgate da autoestima. Aos 34 anos, a administradora de empresa Samara Sant’Anaela, de 1,63 metro de altura e 83 quilos, jamais imaginaria que pudesse estampar sua foto no calendário-pôster de 2010. "Foi importante participar desse trabalho para mostrar às pessoas que podemos ser sensuais mesmo fora do padrão", diz ela, que é casada e tem uma filha de 1 ano. Usando meia-arrastão sobre suas coxas e quadris fartos, Samara fez o maior sucesso, principalmente com seu marido, que gosta dela assim e não quer saber de mulher magra.
Um nicho próspero para modelos gordinhas vem sendo aberto no País. Mas nada que se compare aos Estados Unidos. Aqui, elas recebem menos do que as modelos magras e, muitas vezes, não encontram estrutura mínima para se produzirem, como cabeleireiro e maquiador. Para valorizar esse mercado (e os cachês), cinco modelos paulistanas se reuniram e formaram o grupo Top Five. São elas: Andrea Boschim, de 32 anos; Bianca Raya e Celina Lulai, de 28; Mayara Russi, de 22; e Simone de Fiuza, de 25.
"Produzimos fotos e as divulgamos, para abrir os olhos das pessoas e mostrar que somos profissionais", avisa a idealizadora do Top Five, Simone Fiuza. Ela trabalha como modelo há cinco anos, mas diz que o mercado despontou nos dois últimos anos. É uma das poucas modelos plus size que vive exclusivamente dos cachês.


Andrea Boschim, a mais velha das Top Five, está atuando também fora das passarelas. É uma das mentoras e organizadoras do Fashion Week Plus Size, uma espécie de versão rechonchuda do evento oficial de moda, São Paulo Fashion Week. A primeira edição aconteceu em janeiro na Casa das Caldeiras, reunindo 10 marcas especializadas em tamanhos grandes e 300 pessoas. A segunda edição foi realizada no Senac Lapa, em julho. Contou com 14 grifes, e o público duplicou. "O último evento se pagou, não sendo mais necessário tirar dinheiro do próprio bolso", conta Andrea, que aposta todas as fichas nesse segmento, junto com sua sócia Renata Poskus Vaz, autora do blog Mulherão.
Militância. A publicitária Alcione Ribeiro, de 32 anos, autora do blog Poderosas Gordinhas, iniciou a campanha Por Tamanhos Maiores, para estimular os grandes magazines a colocarem em suas araras peças de numeração GG e EG (extra G). A partir de seu blog e via Twitter, ela iniciou uma discussão com suas leitoras sobre a dificuldade de comprar roupas em lojas de departamentos. Agora, quando conseguem encontrar uma peça bacana e de manequim grande, divulgam a foto do produto e a indicação do lugar.
Alcione conquistou quase duas centenas de seguidoras e o apoio de marcas de roupas plus size, como a Lepoque. Mas a feliz surpresa foi ter sido procurada por duas profissionais da rede de lojas Renner, em agosto, que queriam entender a dificuldade dessa legião de consumidoras. "Depois disso, a empresa passou a oferecer roupas em tamanhos realmente grandes na loja do Shopping Morumbi", conta Alcione. A Riachuelo também sinalizou interesse, acrescenta ela.

Há duas revistas femininas mensais direcionadas para leitoras gordinhas. A primeira a surgir foi a Sem Medida, versão online de acesso gratuito, lançada pela Writers Editora em fevereiro de 2009. Um de seus idealizadores foi o jornalista Roberto Paes, que se inspirou na sua esposa. "Pensei em fazer a revista para milhões de mulheres que, como ela, são vítimas de discriminação e preconceito."


Na versão papel, a Editora Digicamp lança neste mês a terceira edição da revista Beleza em Curvas. A ideia surgiu de uma conversa entre a jornalista e editora Marcela Elizabeth e sua então estagiária Mayra Holanda. "Recebemos muitos elogios das leitoras que se sentiam marginalizadas pela grande mídia."

O que acontece lá fora
No exterior, muitos são os sinais de que o movimento plus size não é passageiro. Na semana passada, surgiu um fato inédito no Fashion Week de Nova York do Verão 2011: em um espaço paralelo, houve o primeiro desfile plus size. 
Em junho, também em Nova York, foi realizada a segunda edição do Full Figured Fashion Week, evento de moda plus size que contou com desfiles, competição de modelos e painel de discussões sobre essa indústria. O próximo será realizado em outubro, na cidade de Los Angeles.


Revistas internacionais não ficam atrás dessa onda. Em abril, a capa da Elle Paris estampou a top GG Tara Lynn. Antes, em março, a revista publicou a reportagem "Si rondes si chics!" (rondes significa "fortinha"), com personalidades plus size, como a blogueira Stéphanie Zwicky, do Big Beauty, que assinou uma coleção para a marca Le Redoute. 
Em setembro de 2009, a revista norte-americana Glamour publicou uma reportagem com sete tops plus size. A foto, com todas nuas, revelava as dobrinhas de seus corpos. Nem os homens escapam desse movimento. O jornal online holandês de moda masculina Fantastic Man reservou um ensaio de moda com um modelo fofinho.





Evolução fashion
Causou um baita frisson a twittada de Robert Duffy, presidente da grife Marc Jacobs, que, no mês passado, considerou a hipótese de desenvolver uma linha de roupas plus size. "Nossa luta está, sim, sendo ouvida aos quatro ventos", manifesta Sandra Ebener em seu blog Mundo G Mais.



Nos Estados Unidos, onde a moda plus size é mais forte, a brasileira Fluvia Lacerda tornou-se uma das modelos mais requisitadas do país. Ela própria esboçou interesse de lançar uma grife de tamanhos grandes. 
Empresas desse segmento não só brotam aqui, como as que já existem estão se atualizando para conquistarem uma fatia de consumidoras cada vez mais exigente. Mônica Angel, diretora de estilo da grife Palank, marca com 25 anos de existência e 11 lojas espalhadas por São Paulo, atesta essa mudança. "A evolução é mais da consumidora do que do mercado, porque agora as mulheres querem estar na moda", observa. 
A diretora de estilo da Miglon, Kali Zegman, marca de atacado que existe desde 1986, confirma: "No geral, o mercado acreditava que bastava oferecer produtos que coubessem nelas, mas não é mais assim. Atualmente, precisamos estar muito antenadas e sempre oferecer novidades."
A estilista Andreza Calil está atenta a essa onda e inaugurou em abril a primeira loja virtual plus size do País: a Wish Fashion. A proposta é garimpar os melhores produtos das marcas e vendê-los pela internet, além de dar dicas de moda com looks prontos. "Em julho e agosto, o site começou a dar lucro e a tendência é crescer daqui para frente", avalia Andreza.

...



quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Primeiro desfile plus size da semana de moda de Nova York



Entre críticas, elogios e o tradicional burburinho em blogs e sites, aconteceu ontem, 15 de setembro de 2010, o evento que é um marco para as plus do planeta; o primeiro dia (de muitos) da moda plus size na Semana de Moda de Nova York. Uns dizem que o evento não faz parte do calendário oficial, outros que sim. Alguns dizem que as modelos eram enormes e outros que são PP do mundo plus size - as modelos escolhidas usam o manequim entre 46 e 50. 
  
Contudo, o importante mesmo é que aconteceu. E, o mais legal é que a revista Beleza em Curvas vai esclarecer tudo sobre este dia tão especial e comentado em sua edição de outubro. Pois é, tivemos um enviado "special plus" que vai contar tudinho pra gente. De plus para plus. Ninguém pode perder, não é?

Alguns flashes do superevento:






















Fotos: Reprodução

...


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O polêmico desfile de gordinhas em NY (Jornal Destak)

Texto retirado daqui

Valorizar mulher acima do peso estimula obesidade, dizem críticos da ideia dos organizadores (será que se nós rejeitássemos os baixinhos eles cresceriam mais? ou se não gostarmos de pessoas negras elas se tornarão brancas ou as brancas se transformarão em negras?)

A recém-iniciada Semana de Moda de Nova York dará o maior passo para o fim da ditadura da magreza nas passarelas. O evento terá um desfile exclusivo de modelos "gordinhas", conhecidas como plus size. A decisão, no entanto, provocou discussão da mesma forma que acontecia com a exigência de tops esquálidas. 

Não são poucos os que afirmam que, da mesma forma que as modelos excessivamente magras estimulam hábitos pouco saudáveis, as gordinhas podem provocar a sensação de que a obesidade é saudável. 

"Embora seja ótimo dar 'voz' às modelos de tamanhos maiores, há inegavelmente uma grave epidemia de obesidade", diz Robin Givhan, editora de moda do The New York Times. 



O movimento de modelos plus size é recente, mas cresce de forma impressionante. Em 2007, Whitney Thompson tornou-se, aos 20 anos, a primeira modelo acima do peso a vencer America's Next Top Model, um dos mais famosos reality shows de moda do mundo. 

"Nova York proporcionará o primeiro e maior desfile de grande porte para este tipo de roupa", afirma a modelo Lizzie Miller, que desfilará no evento. "Não há como não comemorar", completa. 

Um dos principais expoentes da moda plus size é Crystal Renn, uma ex-modelo que sofreu problemas graves de anorexia e, curada, lançou um livro chamado Hungry (fome). Fluvia Lacerda, que mora em Nova York, é a única brasileira com atuação internacional no mercado da moda para gordinhas. E reclama da produção nacional. "No exterior é muito fácil se vestir bem. Aqui há poucas alternativas e não existe padronização", disse ao site Chic.



Ei, alguém aí pode me dizer por que a ascenção das gordinhas no mundo da moda ou no mercado consumidor incomoda tanto algumas (ou muitas) pessoas?????




...

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Momentos especiais no Programa "De bem com a Vida"


Eu e Alessandra no Programa "De bem com a Vida", um tempo muito especial do carinho de Deus. Obrigada, Pai.























... De bem com a Vida


.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Novidade: Newsletter da revista Beleza em Curvas

A equipe Beleza em Curvas não para. Estamos sempre criando, inventando, aperfeiçoando...Afinal, queremos ter sempre o melhor pra você que nos acompanha.
Se você quiser receber esta e outras novidades sobre a revista, o que acontece na Redação e no site da revista basta fazer seu cadrastro no site www.belezaemcurvas.com.br/

Newsletter_1






































Quer saber mais: http://www.belezaemcurvas.com.br/

...

A Capa Beleza em Curvas número 3 está linda!!!!!




Melhorando a cada edição, a revista Beleza em Curvas de setembro está linda!!!


A partir do dia 9 de setembro nas Bancas.
Infelizmente, ainda não conseguimos atingir a distribuição em todo território nacional, em compensação temos uma loja virtual pronta para você, lá dá pra fazer assinatura anual e também comprar exemplares avulsos de todas edições de Beleza em Curvas. 

A linda Fabiana Karla alegra a capa desta edição que está incrível.

São três belíssimos editoriais de moda pra deixar as mulheres plus lindas e na moda.

Assuntos polêmicos, histórias de vida e nossos colunistas falando de muita autoestima e apontando caminhos de sucesso. O livro de Camila Cury, A Beleza está nos olhos de quem vê e muito, muito mais.

Você não pode ficar sem a sua.



...

Como assinar Beleza em Curvas




...

Beleza em Curvas, no mundo da moda

Um artigo no site Full Figure Plus, fala sobre a Beleza em Curvas





Segue trechos traduzidos:

Plus Size causando um auê internacional



"Na semana passada, assumi o site  The Curve Fashionista para escrever sobre moda plus-size fazendo minha estreia durante a New York Fashion Week deste ano. Ao mesmo tempo, fui apresentado ao conceito de "Belle Epoque Fashion, que traduz a " idade de ouro da moda". 
Eu sinceramente acredito que nós nos Estados Unidos estamos falando mais sobre questões plus-size, mas mais passos a nível internacional estão sendo feitos.
Você sabe estou localizado no sul dos Estados Unidos, e devo admitir que conheço apenas Inglês. Mesmo com este fato  pedi uma cópia de Beleza em Curvas uma revista que comemora sua segunda edição este mês, e está nas bancas do Brasil. Como eu disse antes eu não consigo ler uma linha português, idioma da revista , mas com as maravilhas da tecnologia Google fui capaz de aprender mais sobre a modelo plus size Fluvia Lacerda, como ela e eu temos algo em comum, estamos longe da nossa casa. Outro tema abordado foi pole dancing e um artigo sobre uma família gorda que se parece comigo.
Será que outros países estão adotando novos valores num ritmo mais rápido do que nos Estados Unidos? Na minha opinião em outros países, a tolerância é mais comum do que é no meu país. Eu gozo das liberdades de religião e de expressão. Mas, ainda tenho que lidar com a discriminação por causa da cor da minha pele e outros têm de lidar com problemas por causa do tamanho dos seus quadris. A propósito, alguém aí quer me ensinar português para que eu possa desfrutar desta grande revista?

Há alguns anos, quando Vevet D'Amour causou reluliço em passarelas da Itália, haviam poucos indícios de uma continuação da tendência. O sucesso da Crystal Renn e Fluvia Lacerda abriram as portas para mais modelos dos Estados Unidos terem oportunidades no exterior.
E quem pensaria que modelos plus size chamariam atenção de todo o mundo? Você acha que estamos realmente em uma era dourada para a moda do tamanho plus e da popularidade das modelos?